quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Conversa com Presidente do CC do Partido do Trabalho da Bélgica (1994)


O texto que agora publicamos foi retirado do Volume 44 das Obras do Presidente Kim Il Sung (Pyongyang, 2006). O texto é na verdade uma conversa que Kim Il Sung manteve com Ludo Martens, importante dirigente comunista e fundador do Partido do Trabalho da Bélgica. Na conversa, Kim Il Sung aborda temas complexos como a degeneração do socialismo na URSS, promovida e levada a cabo pelos dirigentes revisionistas que tomaram o poder após o falecimento de Stálin. Sobre o revisionismo de Kruschev e o papel de Stálin na luta contra o fascismo, Kim Il Sung afirma: 


A decadência da URSS se iniciou nos tempos de Kruschev. Stálin dirigiu bem o partido. Nessa época também havia sido forte a luta contra o cosmopolitismo (...) Sem Stálin, a URSS não poderia ter derrotado o fascismo alemão. 

Kim Il Sung ainda fala sobre a importância de se promover a revolução ideológica, tarefa indispensável para se conquistar a fortaleza material e ideológica do socialismo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário